“Como a lótus é a flor que espalha um perfume fragrante, Nefertem também seria a flor sobre o nariz de Rá em Heliópolis.

C. J. Bleeken, Egyptian Festivals, E. J. Brill, 1967.

Ólos essenciais*

Óleos essenciais são substâncias voláteis aromáticas encontradas nas flores, ervas, frutas e especiarias. São extraídos dessas matérias primas por processos de destilação, compressão ou extração. Possuem uma função terapêutica porque são constituídos por uma complexa mistura de substâncias químicas.

Os óleos essenciais actuam estimulando os nervos olfactivos que, por sua vez, têm uma ligação directa com o Sistema Límbico responsável pelas emoções, sentimentos e memórias. Esta estimulação produz mudanças imediatas em parâmetros fisiológicos.

Fisiologicamente pela sua diversa composição química dos seus constituintes que exercem diversas actividades no organismo:

sistema NervosoAnsiolítico (diminui a ansiedade)
Analgésico (diminui a sensibilidade a dor)
Analéptico (estimulante)
Relaxante
Sedativo (calmante)
Soporífico (induz o sono)
sistema ImunológicoAdaptógeno (fortalece o organismo)
Anti inflamatório (combate a inflamação)
Antipirético (diminui a febre)
Anti-radicalar (bloqueia radicais livres)
Antisséptico (impede o desenvolvimento de micro- organismos)
Anti-infeccioso (combate infeções)
Bactericida (mata bactérias)
sistema LinfáticoAnti inflamatório (combate a inflamação)
Colerético (aumentam a secreção biliar)
Colagogo (estimula o fluxo biliar)
Drenagem linfática
sistema EndócrinoClimatério (menopausa)
Emenagogo hormonal
Hipertiroidismo (excessividade tiroideia)
Hipotiroidismo (insuficiência tiroideia)
Moderadores de apetite
sistema CardiovascularAnticoagulantes
Adstringente (contração dos vasos sanguíneos)
Cardiotónico (tonifica o coração)
Hipertensão arterial (aumento da pressão arterial)
Hipotensão arterial (diminuição da pressão arterial)
Hepatoprotetor (protege o fígado)
Palpitações cardíacas
Varizes
sistema RespiratórioAnticatarral (inibi as secreções)
Antitússico (acalma a tosse)
Descongestionamento nasal
Emoliente respiratório (relaxa os tecidos inflamados)
Espasmolítico respiratório (inibe as contrações pulmonares)
Expectorante (expulsa as secreções)
Mucolítico (diminui o muco)
sistema DigestivoAntiespasmódico (inibe os espasmos)
Digestivo (favorece a digestão)
Dispepsia (desconforto digestivo)
Eupéptico (facilita a digestão)
Inflamações gástricas
Espasmolítico (inibe contrações digestivas)
Dispepsia (má digestão).
sistema UrinárioAnti inflamatório (combate a inflamação)
Diurético (aumenta a secreção urinária)
Diurético anti-sépticos (protegem os rins)
Depurativo (elimina toxinas)
Hipertrofia da próstata.
Incontinência
Síndromas pré e menstruais.
sistema IntestinalAntimicótico (expulsa, mata vermes)
Antiparasitário (expulsa, parasitas)
Carminativo (atenua os gazes intestinais)
Cólicas
Hemorroidal
Flatulência
sistema MuscularAntiespasmódico (inibe os espasmos)
Anti inflamatório (combate a inflamação)
Analgésico (diminui a sensibilidade a dor)
Emoliente (relaxa os tecidos inflamados)
Entorse (lesão ou rutura dos ligamentos)
Mialgia (dor muscular)
Tendinite (inflamação num tendão)
Tonificador muscular
sistema EsqueléticoAnti inflamatório (combate a inflamação)
Analgésico (diminui a sensibilidade a dor)
Artrite
Contusões
Emoliente (relaxa os tecidos inflamados)
Reumatismo.
sistema CutâneoAntifúngico (actua em fungos)
Anti inflamatório (combate a inflamação)
Emoliente (relaxa os tecidos inflamados)
Caspa
Celulite
Cicatrizante
Contusões
Dermatite (inflamação da pele)
Eczema
Esfoliante
Estrias
Ferúnculos
Hemostático ( favorece a coagulação do sangue)
Perda e cabelo
Protetores cutâneos
Psoríase (vermelhão de pele)
Rejuvenescedor
Rosácea (manchas em pele oleosa)
Saborreia (secreção sebácea)
Verruga (infeção cutânea provocada por um vírus)
Plano Mental:
  • Apatia.
  • Ansiedade.
  • Dependências.
  • Humores.
  • Incertezas.
  • Medos.
  • Nervosismo.
Plano Energético:
  • Equilíbrio dos centros de energia corporais.
  • Limpeza e proteção do campo energético.
  • Facilita a meditação/oração interior.
  • Auxilia o processo de auto conhecimento.

O.M.S.

A Organização Mundial de Saúde define “saúde” como “um estado completo de bem-estar físico, mental, emocional, social e não somente ausência de afecções e enfermidade.” (1).

A Organização Mundial de Saúde em 1970 determinou a importância da medicinas alternativas para a promoção da saúde e em 2002 organizou o grupo das Medicinas Alternativas.

A Aromaterapia nesse grupo é classificada como Prática Integrativa Complementar (PNPIC),(2) utilizando óleos essenciais, de origem vegetal, para tratar problemas físicos e emocionais buscando tratar o indivíduo num sentido holístico (3).

(1) Conferência Internacional de Saúde, Organização Mundial da Saúde – OMS, 1948.

(2) Organização Mundial da Saúde. Diretrizes gerais para metodologias de pesquisa e avaliação da medicina tradicional. Genebra: OMS; 2000.

(3) Organização Mundial da Saúde. Estratégia de medicina tradicional da OMS: 2002-2005. Genebra: OMS; 2002.


* Aconselhe-se com um aromaterapeuta para a correta utilização dos óleos essenciais.